Dicas para escrever em seu idioma alvo | Natural Language Institute

Como dominar um idioma para a vida inteira

BLOG

Dicas para escrever em seu idioma alvo

por Victor - 01/jun/2021 #Línguas e Educação

Agora que já que estabelecemos a importância da escrita não apenas enquanto habilidade intrínseca, mas como componente essencial do processo de aquisição linguística, vou compartilhar algumas dicas sobre como incorporar a escrita em sua rotina de estudos.

Dicas para todos os estudantes de línguas estrangeiras:

  1. Tenha atividades de escrita corrigidas por um falante nativo com bom nível educacional. Embora o ato de escrever em si seja muito valioso para o desenvolvimento de habilidades linguísticas produtivas, obter feedback na forma de correções permitirá que você progrida com mais eficiência. Você pode começar agora mesmo, enviando uma redação e recebendo correção gratuita de um de nossos professores.
  2. Dedique 20% de seu tempo de estudo de línguas estrangeiras à escrita. Para obter resultados mais rápidos e equilibrados na aquisição do idioma, você deve dedicar igual quantidade de tempo às quatro habilidades linguísticas — leitura, escuta, fala e escrita — e à revisão de seu conteúdo pessoal. A escrita costuma ser a habilidade que requer maior motivação para a prática; portanto, em qualquer ocasião em que você estiver se sentindo criativo ou energizado, aproveite a oportunidade para o treino tão precioso da escrita. Lembre-se de que escrever consolida seu vocabulário e domínio gramatical e ajuda a desenvolver a fluência, facilitando muito a transição para a fala.
  3. Tenha certeza de escrever uma redação antes de cada aula de conversação com seu professor. Isso o ajudará a seguir as duas dicas anteriores e também a falar com mais fluência e um vocabulário mais variado, aproveitando ao máximo as aulas.
  4. Escreva pequenas anotações e mensagens em seu idioma alvo. De agora em diante, adquira o hábito de escrever suas listas de compras, listas de afazeres, ideias, inspirações, lembretes para si mesmo — resumindo, todo e qualquer texto curto para seu uso pessoal — em seu idioma alvo. Além disso, sempre que estiver enviando mensagens de texto ou mesmo e-mails para pessoas que sabem ler o idioma, aproveite para praticar sua redação.
  5. Leia textos de alta qualidade, como, por exemplo, boa literatura. A leitura forma a base para a escrita, e assim como há verdade na máxima "lixo entra, lixo sai", o oposto também se aplica: se você ler livros, revistas, blogs e ensaios escritos em prosa elegante, você mesmo desenvolverá, gradualmente, uma capacidade de escrever de forma refinada.
  6. Busque palavras conforme necessário, mas não traduza frases inteiras antes de terminar. Lembre-se de que o processo de escrita é extremamente benéfico para a aquisição linguística —e, principalmente, de que ter que construir suas próprias frases é a melhor maneira de fixar vocabulário e estruturas gramaticais. Porém, depois de terminar sua redação ou mesmo partes dela, você pode usar um tradutor automático e um corretor gramatical para facilitar a autocorreção. Depois, você deve obter correções de um falante nativo de qualquer maneira; porém, ao rodar um corretor gramatical primeiro e comparar sua versão original com uma tradução automática, você potencializa sua capacidade autodidata e permite que seu professor se concentre em aprimoramentos mais sutis em seu texto. No entanto, às vezes é melhor deixar toda a correção para seu professor.
  7. Compartilhe sua escrita com outras pessoas. Fazer isso pode ser um estímulo à sua criatividade e a motivação extra de que você precisa para colocar suas ideias por escrito. Não sabe onde publicar sua escrita? Então escreva para o Natural Language Institute! Temos o prazer de publicar textos escritos por estudantes de línguas estrangeiras de diferentes níveis na seção Comunidade de nosso site.

Uma pergunta comum que os alunos fazem quando instruídos a escrever é: "Sobre o que devo escrever?" Embora as respostas genéricas, como "escreva sobre o que o inspira", "sobre algum assunto que você anda pensando", ou "sobre qualquer coisa você tem vontade de escrever" sejam perfeitamente válidas, eu lhe darei mais algumas sugestões concretas de acordo com seu nível atual.

 

Sugestões de conteúdo para alunos iniciantes e intermediários:

  1. Leia, ouça, escreva e fale sobre um mesmo assunto. Ao ler e ouvir sobre um assunto primeiro, você obterá inspiração e também vocabulário essencial para, então, preparar uma composição escrita. Além disso, seguir essa sequência favorece o papel da escrita na conversão do conhecimento linguístico passivo em conhecimento ativo ou produtivo e fará com que sua conversa flua mais naturalmente. Os deveres de casa do Natural Language Institute facilitam a tarefa.
  2. Escreva sobre você mesmo. Como escrever é treino para a conversação, escrever tudo sobre você mesmo virá a ser bastante útil mais tarde, quando tiver conversas. Comece se apresentando por escrito. Essa é uma ótima maneira de praticar vocabulário básico e estruturas simples com conjugações no presente. Mas não pare por aí! Pratique as conjugações no passado escrevendo inúmeras redações relatando a história de sua vida, e treine as conjugações no futuro escrevendo tudo sobre seus planos para os próximos meses e anos. Escreva sobre sua família, amigos, animais de estimação, casa, infância, trabalho, estudos e assim por diante.
  3. Escreva sobre assuntos que lhe interessam particularmente. Há três razões óbvias para essa recomendação. A primeira é que você ficará inerentemente mais motivado ao escrever sobre assuntos que são pessoalmente intrigantes para você. A segunda é que é provável que você aborde esses temas em conversas e se associe a pessoas que tenham interesses semelhantes. Portanto, assim como na dica anterior, sua escrita acaba sendo um treino direto para futuras oportunidades de conversação. A terceira é que, assim como na leitura e na escuta, você deve sempre tentar matar dois coelhos com uma cajadada só. Dando um exemplo pessoal: tenho escrito redações em francês sobre uma casa que pretendo construir no futuro. Assim, enquanto treino meu francês, também estou avançando em meus planos arquitetônicos.

 

Sugestões de conteúdo para estudantes de nível avançado:

  1. Desafie-se escrevendo sobre novos temas. Uma vez adquirida a proficiência avançada em um idioma, sua estratégia deve mudar um pouco. Para dominar um idioma para toda a vida, você precisa ter certeza de ler e escrever sobre uma grande variedade de assuntos, garantindo assim que seu vocabulário continue a se expandir.
  2. Escreva em uma diversidade de estilos — acadêmico, formal, profissional, persuasivo, humorístico, poético e assim por diante. Assim como na dica anterior, escrever em diferentes estilos não só o preparará para várias oportunidades em sua língua estrangeira, como também o ajudará a ampliar continuamente suas habilidades linguísticas e a alcançar o verdadeiro domínio.
  3. Escreva sobre assuntos complexos e intrincados. Na mesma linha, como estudante avançado, não deixe de se desafiar escrevendo sobre assuntos altamente técnicos, sutis ou profundos, que irão ampliar os limites de sua competência linguística.

Use o formulário abaixo para enviar sua redação para uma correção gratuita de um de nossos professores nativos qualificados. Você não apenas receberá feedback para ajudá-lo a melhorar sua fluência, mas também poderá jogar o Racing Letters, nosso jogo inovador para permitir que você revise dinamicamente e domine correções em seu conteúdo de escrita pessoal.


Ver outros posts do blog

Logo Whatsapp